Por que fazer um curso de tecnólogo em radiologia?

A formação, de nível superior, prepara o aluno para a liderança de equipes radiológicas, entre outras vantagens.

Os cursos técnicos e de tecnólogo surgiram para suprir a demanda por profissionais qualificados em diferentes setores da economia. Porém, há diferenças importantes entre eles, mesmo quando tratam da mesma área – por exemplo, a radiologia. Ao contrário do técnico em radiologia, o tecnólogo tem diploma de Ensino Superior, equivalente a qualquer outro bacharelado e está apto a desempenhar funções de liderança, coordenando equipes para que sejam capazes de obter melhor qualidade de imagem com menor exposição possível à radiação. Em 2019, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) vai oferecer sua primeira turma de Curso Superior de Tecnologia em Radiologia, cujas aulas serão iniciadas no segundo semestre. As inscrições para o processo seletivo estão abertas até 30/04.

Em hospitais e clínicas, os tecnólogos em radiologia são responsáveis por operacionalizar a melhor forma de fazer exames como ressonância magnética, tomografia e radiografia, zelando pela proteção dos pacientes, de seus eventuais acompanhantes e também da equipe profissional envolvida. Além disso, ajudam a identificar e recomendar novas tecnologias para a obtenção de exames com maior qualidade.

“O técnico em radiologia é um profissional de nível médio, que aprende basicamente como operar os equipamentos – por exemplo, disparar o raio-x ou posicionar um paciente na máquina de tomografia”, explica Tainá Olivieri Chaves, coordenadora do curso de graduação do IDOR. “Já o tecnólogo estuda por que e como as técnicas funcionam. Por isso, domina melhor os parâmetros e os conceitos envolvidos na aquisição da imagem e pode assumir a posição de coordenador da equipe, orientando os técnicos sobre a melhor forma de realizar cada procedimento”.

Além da atuação hospitalar, o tecnólogo pode trabalhar em clínicas veterinárias, na indústria petrolífera, de transportes e cosmética e em portos e aeroportos, entre outras possibilidades. O diploma de nível superior permite, ainda, que o profissional participe de concursos públicos com esse pré-requisito, atue como docente em cursos técnicos ou tecnológicos e ingresse em cursos de pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado.

Graduação no IDOR

O Curso Superior de Tecnologia em Radiologia oferecido pelo IDOR terá duração aproximada de três anos, divididos em seis semestres. As aulas serão no período noturno e o corpo docente contará com os principais especialistas na área atuantes na Rede D’Or São Luiz. Além disso, o aluno terá garantida a oportunidade de realizar o estágio curricular supervisionado obrigatório nos hospitais da Rede, equipados com o que há de mais moderno em termos de equipamentos e recursos humanos altamente qualificados.

Para mais informações sobre as formas de ingresso, o investimento e o programa didático, acesse a página do curso.